Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Visita à maternidade

por A Pipoca Mais Doce, em 09.07.13

Ontem foi dia de visitar a maternidade do hospital onde, à partida, pequeno Mateus virá ao mundo. Foi um verdadeiro banho de realidade, um "oh-meu-Deus-que-esta-cena-está-a-ganhar-contornos-mesmo-sérios". Por ser uma maricas da pior espécie, acho que me vieram as lágrimas aos olhos quando vi o bloco de partos. Pensar que muito brevemente também estarei ali, no meio de todo aquele aparato, foi coisa que me mexeu com os nervos. Estava a haver um parto na sala ao lado, e ainda vi duas assistentes a saírem de lá com sacos com restos de sangue e outras coisas que preferia não ter visto. Eu sei que faz parte do processo, mas sou uma pessoa que se impressiona com pouco. Também foi um bocadinho avassalador estarmos na sala das incubadoras e, de repente, entrar uma equipa de médicos a empurrar uma incubadora com um prematuro e a gritar para saírmos todos. Credo! Mas pronto, deu para ver como aquilo funciona na realidade, o que é sempre bom. De resto, tudo normal: os quartos são simpáticos, as salas de dilatação (que eu espero não ter de vir a usar, caso se confime mesmo a cesariana) também me pareceram bastante compostas, vimos alguns bebés na sala de banhos (a chorarem como se o mundo estivesse à beira do fim), e foi isto. Sinceramente, acho que estava à espera de mais. Não que tenha grande termo de comparação, que não tenho, mas sempre me venderam este hospital como se fosse a última Coca-Cola do deserto e não achei que fosse. Acho que as visitas podiam ser mais personalizadas e podiam esforçar-se mais para nos fazerem crer que, de facto, não há melhor sítio no planeta para se ter um filho do que ali. Éramos oito grávidas mais acompanhantes, demasiada gente para andar a circular por ali e conseguir ver e ouvir tudo com detalhe. A primeira enfermeira que acompanhou a visita pareceu-me um bocadinho fria demais. Eu sei que aquilo é um hospital, não é o sítio mais fofinho do mundo, mas acho que as grávidas gostam de algum envolvimento emocional. Achei ligeiramente despropositado quando um pai perguntou se era possível tirar fotos durante o parto e ela respondeu qualquer coisa como "podem, mas se eu estiver na sala podem ter a certeza que não me vão fotografar a mim, porque não quero". Eeerrrrr... pois, está certo. Eu acho que o foco de atenção dos pais será mais a mãe e o bebé do que a enfermeira, mas tudo bem, ficámos já todos avisados que a senhora não quer aparecer. Mas pronto, importante, importante é que depois a parte dos partos propriamente ditos funcione bem, que sejam todos profissionais ultra-mega-experientes e que ponham o Mateus cá fora enquanto o diabo esfrega um olho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:41


33 comentários

De Célia a 09.07.2013 às 11:22

Quando derem ao banho ao teu bebé, não o deixes chorar desalmadamente.. eu deixei, pensava que era normal. Mas não é. Vi uma mamã daquelas experientes a dar banho ao seu filhote muito carinhosamente e o bebé a delirar com coisa.. as enfermeiras conseguem ser bem brutinhas às vezes.
Coloca o teu marido em cima do assunto!!!

De Nânci Matias a 10.07.2013 às 13:03

Sou Enfermeira e já tive putos a berrar-me aos ouvidos durante todo o banho e também já tive verdadeiros "pachás" do banho. Se a técnica mudou?? Não... só a criança. Há momentos em que as crianças gostam do banho e outras em que não, depende da idade, da fome, da temperatura da água, de tanta coisa! Eles são todos diferentes, como eu, como a Sra. ... E claro que ter a Mãe a dar banho é muito mais reconfortante do que ter uma Enfermeira, como decerto perceberá... ou se calhar nem por isso.
E pronto eu até costumo ser uma Enfermeira dócil, mas comentários destes deixam-me, como hei-de dizer??? Brutinha! Esta arte de generalizar tira-me do sério.

De Mãe x 2 a 11.07.2013 às 11:47

Concordo. Esse comentário não faz sentido.

Quando tive a minha primeira filha a enfermeira que estava presente insistiu para que fosse eu a dar o primeiro banho. Confesso que estava de rastos mas fiz o que pude (o parto foi às 2 da manhã, só fui para a enfermaria às 4h00 devido a uma complicação com a placenta - e não, não vou falar disso a quem está prestes a ter um bebé! - e às 8h30 já estava a dar banho à pequena... não é fácil).

No meu segundo parto (às 20h00) o banho foi só no dia seguinte e, ainda assim, quando a enfermeira de serviço se ofereceu para dar o primeiro banho aceitei de bom grado! A minha filha chorou que se fartou mas eu estava feliz e contente por receber aquela ajuda naquele momento.

A experiência que tenho com as enfermeiras do serviço de obstetrícia, em dois hospitais diferentes, não podia ser melhor. São muito, mas mesmo muito prestáveis, sempre disponíveis para ajudar, esclarecer, corrigir. E constatei que só costumam ser "brutinhas" quando as mães também o são ;-)

De Sónia Gonçalves a 09.07.2013 às 11:57

O ano passado andava eu nessa ansiedade, mesmo já sendo mãe de um filho, estava grávida do segundo. Nasceu em setembro e tal como o primeiro parto este segundo correu maravilhosamente bem. O meu primeiro pensamento quando o mais velho nasceu foi "Já está? Já nasceu?" Foi muito rápido. Os meus dois filhos nasceram de parto normal, o primeiro sem epidural e o segundo com epidural e num hospital publico e fui muito bem tratada...mas sem aqueles mimos que estamos à espera. Nunca me faltou nada. Para mim as fases mais felizes da minha vida, foram sem dúvida, as gravidezes e o nascimento dos meus filhos LINDOS. Já tive momentos muito felizes na vida mas nenhum foi como o nascimento dos meus filhos! Por isso Ana desejo-te, como se diz aqui no norte, uma hora pequenina…vá uns minutinhos bem curtinhos! Muitas felicidades para ti e para o Mateus…e claro para o pai também. 

De familiavieiraribeiro a 09.07.2013 às 12:10

Deu para perceber que certamente irás ter o Mateus num Hospital particular.. e como tudo na vida são opções claro.. :)
Tu és a Mãe.. e tu decides o melhor para ti e para o teu bebé!
O bebé não tem que chorar desalmadamente no banho.. se amamentares podes dar perfeitamente banho após mamar.. barriga cheia.. banhoca para relaxar e bebé tranquilo.
Se não amamentares.. esquece.. com o leite artificial o bebé não poderá tomar banhoca logo a seguir!

De Anónimo a 09.07.2013 às 17:05

Quem disse que não Pode?

De cátia a 09.07.2013 às 19:30

os hospitais públicos também aceitam visitas

De ana alcantara a 09.07.2013 às 22:55

que comentário mais radical e absurdo! o meu filho sempre bebeu leite artificial e tomava banho a seguir. o importante, segundo o pediatra, era que a água estivesse a uma temperatura confortável para não haver um choque térmico.

De Ana a 09.07.2013 às 13:01

Eu preferi não visitar. Visualizar a coisa não me faria bem aos nervos e só me faria antecipar cenários. Há coisas em que prefiro ficar na ignorância e depois logo se vê! :)

De Ana a 09.07.2013 às 13:39

Qual o hospital?

De Caco a 09.07.2013 às 14:00

Também visitei o meu e senti exactamente o mesmo. O certo é que, depois, tudo passa a correr e vais ver que te vais portar lindamente. Nunca na vida achei que conseguisse superar um parto e agora aqui estou eu, 5 meses depois, com um bebé lindo nos braços e ainda nem acredito que já passou :-). O meu veio de cesariana, porque não dilatei, e a intervenção, em si, não dói rigorosamente nada. Pior é mesmo o pós-operatório, mas pronto. São 3 dias de dores agoniantes e passa :-). No final, é mesmo a melhor experiência do mundo. E isso supera todos os sofrimentos.

De Sara a 09.07.2013 às 14:20

Bem enquanto aluna de enfermagem devo dizer que essa senhora foi bem bruta... Estive em estágio num hospital privado e as visitas ao local eram só com 2 casais no máximo e quem fazia a visita era sempre a enfermeira mais simpática que estivesse lá (sim é vender o produto). O banho dos bebés. Eu já dei bastantes e há bebés que choram, outros que não. Eu não tinha experiência e tanto tive bebés que choravam a plenos pulmões como outros que se deliciavam todos com a água. Geralmente choram mais quando os tiram da água porque têm frio mas depois que os embrulharmos isso passa. Felicidades

De Mariana Brito a 09.07.2013 às 14:36

Eu não visitei para não pensar muito no assunto.
Tive o meu filho no Hospital da Luz. E fui para uma sala de dilatação antes da cesariana de emergência (nada de grave!!!).
Gostei do acompanhamento do princípio ao fim.
Gostei quando precisaram de entrar em acção e até médicas que ainda não tinham entrado ao serviço nos vieram socorrer.
Pipoca, respira fundo e não penses. Acho que o teu mal é estares a pensar demasiado!
Vai tudo correr bem! :D

De quicas_s a 09.07.2013 às 15:14

acho que prefiro não ver... não tenho coragem...

De Rita a 09.07.2013 às 15:49

Uma hora pequenina é o que quer e corra tudo bem :)

Um beijinho

Comentar post


Pág. 1/3






Digam-nos coisas

apipocamaisdois@gmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D