Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ah, o baby shower!

por A Pipoca Mais Doce, em 04.06.13

Algumas pessoas próximas começaram a perguntar-me se eu estava a pensar fazer um baby shower e eu disse sempre que não. A expressão "baby shower" acendia em mim um alerta estridente que metia, entre outras coisas, americanas histéricas, mulherio adorador de criancinhas, bolos de fraldas e uma tarde inteira a debater temas tão interessantes como "o meu filho é mais inteligente do que o teu" ou "amamentei a Teresinha até aos 38 meses e não me arrependo nada". Pois, obrigadinha mas não. Na verdade, para que raio serve um baby shower? Segundo andei a pesquisar, diz que é uma espécie de despedida de solteira mas para grávidas (e sem meter chapéus com pilas). É uma despedida da vida sem filhos, aquela pela qual viremos a chorar rios de lágrimas de saudades, e é também uma espécie de recepção ao novo membro da família. Diz que é suposto falar-se MUITO sobre a criancinha que está para chegar e que os convivas devem aparecer carregadinhos de presentes, quais Reis Magos em visita ao Menino Jesus. Pois, pois, pois. Na verdade eu não quero nada disto, mas gosto da ideia de juntar os amigos todos, de passarmos uma tarde a enfardar e de fazermos umas fotos giras. É este o meu conceito de baby shower: comida e fotos. E, assim sendo, estou tentada a vacilar. Mas, claro, estou receptiva a outras ideias altamente espectaculares. Alguém tem e quer partilhar??? Ouvi falar de convites deslumbrantes, recuerdos para os convidados, decorações dignas de capa de revista, jogos e outras cenas altamente elaboradas. Não pode mesmo ser só comes e bebes? E fotos?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:35


43 comentários

De Marisa a 04.06.2013 às 11:34

Tal e qual o que pensava quando me perguntaram se fazia ou não um baby shower.
Dizia sempre que não e parava tudo! "como não?!" "dá imenso jeito! Faz uma lista do que precisas!" ou então "fazes sim! Se não fazes tu, organizamos nós e fazemos surpresa"...
Pois estava eu nas minhas 37 semanas quando fui surpreendida! Não queria, mesmo. Mas deu jeito, sim! Deram coisas boas e foram-me bem úteis... Agora se me perguntarem se quero outro (caso engravide de novo), continuo a dizer que não! Não acho que haja necessidade, não tenho paciência para estar horas a fio a falar do mesmo.
Há quem goste e quem não goste. Quem não gosta, não vai e não faz! Quem gosta, vai, faz, organiza! Tive quem me surpreendesse mas se dependesse de mim, não faria coisa nenhuma.
Sou mais da onda de organizar uma patuscada, sem tema nenhum de bebé, só para estar com alguns amigos antes de chegar a hora em que estar com eles vai ser um pouco complicado, visto toda uma adaptação que pode levar uns 2 meses, 3...Então, "zimbora" comer, beber e rir um bocado para matar as saudades que depois se sentem dessas pessoas e desses bocadinhos!

(Assim como assim o tema é sempre o bebé porque nas fotos que tiras há sempre muitos amigos a pousar a mão na tua barriga e isso são coisas boas! É bom sentir esse carinho e esse mimo)

Comentar post






Digam-nos coisas

apipocamaisdois@gmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D