Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Olá, Mateus!

por A Pipoca Mais Doce, em 23.07.13

Em primeiro lugar, peço desculpa pela ausência mas, ah, e tal, tive um bebé. Já expliquei mais ou menos aqui como é que a coisa se deu, mas prometo falar mais detalhadamente de alguns assuntos, como a cesariana, a amamentação VS. biberão ou o baby blues. Lá chegaremos. Para já, para já, só mesmo dizer que AMO o Mateus de paixão, que tenho vontade de o engolir para ficar só para mim, que em seis dias me tornei numa babada lamechas do pior (eu bem que avisei que uma pessoa nunca sabe no que é que se vai transformar depois de ser mãe) e que já não consigo imaginar a minha existência sem estes dois quilos de gente que faz barulhinhos, espirra, tem soluços e todo um conjunto de coisas a que, obviamente, só eu é que acho graça.




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:04


60 comentários

De Alexandra a 23.07.2013 às 09:13

Mas que comentário despropositado! Se há coisa que me irrita são estes preconceitos. Pessoas que acham que só quem tem filhos é que sabe como a vida é difícil " ou lindíssima e com sentido e propósito (como se quem não tem filhos não tivesse sequer direito de existir); pessoas que acham que só quando o filho ganha barba é que se sabe isto e aquilo e que, portanto, quem tem filhos sem barba na realidade nem se enquadra na categoria "pai/mae"...
Irra para tamanha estupidez! Entao quem acabou de ter o filho agora, neste instante mesmo, não tem direito a sentimentos e emoçoes? Nao há paciencia!

Comentar post






Digam-nos coisas

apipocamaisdois@gmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D