Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



AVENTuras da Mamã #9

por A Pipoca Mais Doce, em 20.08.13




Ataque às bactérias!

 

Entre muitas outras coisas, uma pessoa percebe que é mãe quando a bancada da cozinha, outrora livre e reluzente, de repente se vê ocupada por filas de biberões, latas de leite em pó, chupetas e todo um monte de coisas ligadas ao universo infantil. É a vida. Com a chegada de um filho cedemos em muitas coisas, a bancada da cozinha é só uma delas. A verdade é que temos de ter tudo à mão de semear, tamanha a quantidade de vezes por dia que esta pequena lontra tem de ser alimentada. Apesar de comer de 3 em 3 horas (às vezes, na loucura, de 4 em 4), parece que estou sempre de biberão em riste, pronta a calar o choro agudo do miúdo (é um grande fofinho, mas quando abre a goela não há quem aguente). A minha vida é isto: prepara biberão, dá biberão, põe a arrotar, adormece, prepara biberão, dá biberão, põe a arrotar, adormece. E assim sucessivamente, muiiiiiiiiitas e muitas vezes ao longo do dia. Aaaaah, e esqueci-me de uma parte importante do processo: esterilizar biberões. É chato, mas tem de ser. Sei que há quem salte esta parte, quem pense que o que não mata engorda, que antigamente não havia mariquices deste género e os miúdos criavam-se, mas eu acho que com estas coisas não se brincam. Os bebés têm um sistema imunitário fraquinho, e até que fique mais desenvolvido convém esterilizar biberões e chupetas, que as bactérias andam aí. O processo só não é mais penoso porque temos um esterilizador para cima de espectacular. Há quem faça a coisa à antiga, com água a ferver numa panela, mas já ouvi vários casos que correram mal, com os biberões a acabarem derretidos e perdidos para todo o sempre no fundo da panela. Para mim isto não dava. Para além de demorar uma vida, sou pessoa que tem pavor a água a escaldar, começo logo a antever todo um rol de desgraças. Cá por casa estamos muito contentes com o esterilizador 3 em 1 eléctrico da AVENT, que tem espaço para uma data de biberões de tamanhos diferentes, e ainda tem um compartimento à parte para peças mais pequenas, como as chuchas. É só atirar tudo lá para dentro et voilá! Em seis minutinhos está tudo pronto a usar. 

 

 

(a cozinha cá de casa)

 

Uma outra opção, perfeita para quando se vai de viagem, são os saquinhos esterilizadores. Já usámos quando fomos de fim-de-semana com o miúdo e são, de, facto, muito úteis. Não ocupam espaço e basta pôr o biberão no saco e levar ao microondas durante um minuto e meio. Uma embalagem inclui 5 sacos de esterilização para microondas e cada um deste pode ser utilizado, no mínimo, 20 vezes. Mais prático é impossível!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:11


27 comentários

De Nanda a 20.08.2013 às 19:16

http://eosfilhosdosoutros.blogspot.pt/2013/02/grandes-debates-volta-do-biberao-i.html

Um post interessante, de um médico pediatra, sobre o assunto.

De ESJC a 21.08.2013 às 16:27

O Mário Cordeiro também vai ao encontro desse post. Aliás, já nem me lembro qual deles refere que é um contrassenso, já que esterilizamos os biberãos e esquecemos do pequeno grande pormenor que é a lata do leite... mas o comércio de puericultura agradece os cuidados.

Comentar post






Digam-nos coisas

apipocamaisdois@gmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D