Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



AVENTuras da Mamã #12

por A Pipoca Mais Doce, em 10.09.13


 

Para mais tarde recordar


 

Dizem que isto é coisa de primeiro filho, e talvez seja. Que com os seguintes uma pessoa deixa de querer saber, que o entusiasmo já desceu consideravelmente, que temos mais com que nos entreter. Que seja. Coube ao Mateus o lugar de primogénito, por isso terá direito a  tudo aquilo que o meu amor (e a minha paciência) permitir. Neste momento, a paixão assolapada que sinto faz com que ande seeeeeempre a tirar fotos. E a fazer vídeos. E a tentar não perder nenhum momento. E a registar tudo por escrito numa espécie de diário onde procuro escrever todos os dias. E a anotar cada detalhe num álbum próprio. E a usar a aplicação da Avent (My Baby & Me), para anotar horas de comer e dormir, fazer estatísticas (sim, tornei-me numa dessas pessoas) ou fazer montagens fofinhas com fotos.  E a pensar em coisas especiais para celebrar cada mês (ok, até agora ainda só celebrámos um). E a fazer moldes de mãos e pés, só para um dia me lembrar o tamanhinho que ele já teve (como se me pudesse esquecer). E a pôr de lado as roupinhas que já não lhe servem guardando as mais especiais. Dou por mim a pensar sempre em mais e mais coisas que posso fazer para que o Mateus um dia saiba que foi um bebé muito querido por toda a gente. E para que não lhe faltem memórias. Tenho pena, por exemplo, de não ter nenhum vídeo meu em pequena (outros tempos) ou de não ter tantas fotos quanto gostaria. Mas apesar de fazer mil e uma coisas, não faço ideia se ele vai ligar a mínima. Ponho-me a pensar em todas as coisas fofinhas que lhe escrevo, todos os detalhes que vou guardando para ele, e pergunto-me se alguma vez achará graça ou se será só um marmanjo parvo e sem o mínimo de sensibilidade para as pirosices da mãe. Posso estar enganada, mas acho que com uma menina seria diferente . Dão mais valor a estas coisas. Digam-me vocês, mães de meninos. De qualquer forma, não quero saber. Vou continuar a tirar fotos (em mês e meio foram quase duas mil), a planear quadros com detalhes, e a fazer tudo aquilo que me apetecer. Um dia, quando ele for mais velhinho, vou oferecer-lhe muitas destas coisas e esperar que me salte para o pescoço aos abraços e beijos, comovidíssimo. Caso a minha profecia não se cumpra, posso sempre ameaçá-lo com uma ordem de despejo. Se nem assim ele se comover... bem, que se lixe. Afinal, e bem lá no fundinho, todas estas memórias são mais para mim do que para ele.




 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:49


32 comentários

De Bé a 11.09.2013 às 11:41

Pipoca,

Também fui mamã recentemente, e por falares em memórias ando para comprar o que chamam álbum do bebé – onde se vai registando as datas dos vários acontecimentos.
No entanto do pouco que tenho visto (FNAC/outras livrarias) ainda não encontrei nenhum que tenho gostado.

Já tens para o Mateus? Podes inquirir a blogosfera para saber onde se pode encontrar?

Muito obg!

De A Pipoca Mais Doce a 11.09.2013 às 22:23

Bé, eu tenho o Caderno do Bebé. Acho mesmo muito giro: https://www.facebook.com/CadernoDoBebe?fref=ts

De Ana a 11.09.2013 às 22:16

Pode-nos contar mais que coisas engraçadas tem feito com bebezinho.
Acho que existem tantas coisas giras para depois recordar. Eu já tenho algumas na minha lista, para quando a minha bebe nascer, mas gostava de saber da sua parte. Obrigado. Felicidades

De A Mocha a 11.09.2013 às 23:46

Não esperes que o Mateus Teenager aprecie os milhares de fotos e vídeos e cadernos ou o blogue com os 10 primeiros passos que ele deu, o primeiro cócó etc :))) Mas tenho a certeza que o Mateus Adulto terá imenso orgulho na sua mãe querida (e pai) que tanto o adora. Todo o material que vais reunindo do teu filho é um testemunho do teu amor gigante por ele. Um dia ele dará valor a isso, mesmo que não o traduza por palavras :) bjs

De cleo a 12.09.2013 às 10:44

Olá!A mãe do meu namorado, agora com 31, teve os mesmos cuidados que tu e imagina como seria mais complicado na época e volta e meia lá se oferece algo da sua infância. Ele não liga puto. Tenho feito o mesmo para a nossa bebé agora com 5 meses e espero que ela por ser rapariga vá gostar é que os homens são cá uns insensíveis!

De Isabel a 12.09.2013 às 11:36

Pipoca,
Mesmo que ele não ache particularmente giro, tenha certeza que tu vais sempre adorar fazer este"regresso ao passado" tão especial.
Beijinhos e continua, a Pipoca do futuro agradece (e o Mati e os futuros irmãos também)

De catarina a 12.09.2013 às 17:30

Sou tia e prima de rapazes e se há coisa que adoram e ver fotos tanto em álbum físico como no computador. Os vídeos também fazem as delícias deles, por isso nunca é tempo perdido para tirar mais uma foto ou filmar o pequerrucho.

De s a 13.09.2013 às 23:49

No dia antes de se casar a família do meu marido juntou-se num jantar em família e um a um ofereceram-lhe peças que tinham dele quando era pequenino, e peças novas para juntar nesta aventura comigo. Foi muito giro e fez um rapagão de 1.90m chorar com as memórias e os símbolos todos de uma vida em família . Por isso sim, há rapagões por aí que dão valor a essas melosices de mãe e famelga ;)

De Vidasdanossavida a 14.09.2013 às 11:45

Olá. Eu sou mãe de dois rapazes. O mais velho tem 3 anos e meio e o mais novo vai fazer 5 meses. Eu fiz tudo para o mais velho. Milhões de fotos. Álbum digital registando os primeiros tempos. E o álbum do bebé com tudo escritinho, fotografias dos momentos mais marcantes coladas e tudo o que faz parte do livro do bebé. E quando estava a preparar a chegada do mano fui-lhe mostrar o álbum dele de bebé e os álbuns com as fotos dele em bebé. E mostrei também os meus álbuns de bebé. E ele delirou! Adorou ver-se pequenino. E de vez em quando volto a mostrar-lhe. E ele adora ver que o mano é super parecido com ele. E, desta forma, compreende melhor o crescimento de um bebé... E as várias fases até ser "crescido como ele". Eu acho uma maravilha recordar! E tenho pena que as fotos da maternidade e do parto deste segundo filho tenham ficado más, mas vinguei-me numa sessão fotográfica com ele recém nascido. E também lhe estou a fazer o livro do bebé, que adoro e acho uma delicia, e o verão foi óptimo para tirar dezenas de fotos em família. Bons registos!! Eles crescem depressa e nós esquecemo-nos rapidamente de tudo!! É bom ficar registado para mais tarde recordar! Bjs vidasdanossavida.blogspot.pt

De Anónimo a 15.09.2013 às 20:28

Qt a esqueceres o tamanhinho olha que esqueces. O tempo vai passando e até parece mentira que possa ter sido tão pequeno qt vês nas fotos!

De sandra a 20.09.2013 às 16:19

olá Pipoca :)
olha, eu sou igualita , igualita .
A minha mãe é uma pessoa de bom senso e graças a ela não guardei a primeira fralda de cocozinho , no hospital fez o favor de a colocar no lixo, e na altura fiquei chateada, mas pronto estava drogada, tenho desculpa.
Tenho um diário onde escrevo todos os momentos importantes do Afonso. Tiro fotográfias a todos os momentos :) faço vídeos Guardei até o jornal do dia em que ele nasceu. Acho que sou uma mãe doente :)
Acho que ele um dia vai adorar, ler a história dele, saber as datas todas, vai gostar de saber a quem lhe ensinou atirar beijinhos. Que cara fez ao comer sopa pela primeira vez. Vai adorar ver a reacção dele quando foi á praia a primeira vez, as pedras que apanhou , até fez uns rabiscos em algumas, que estão a servir de decoração, outras oferecemos aos tios e avós.
Hoje por exemplo, fomos ver um infantário e tirei lhe uma foto á entrada. Espero que um dia ele seja um marmanjo que não tenha vergonha de mostrar á namorada as paneleirices da mãe :)

PS .. já estamos a pensar no que fazer para prendas de natal :)

Comentar post







Digam-nos coisas

apipocamaisdois@gmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D