Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mateus report

por A Pipoca Mais Doce, em 10.10.13

De um momento para o outro o Mateus começou a rir, a rir muito. Antes tinha assim uns esgares, mas agora ri-se quando lhe fazemos cócegas no queixo e no pescoço, ri-se quando nos vê, ri-se quando lhe fazemos vozinhas parvas, ri-se de cada vez que eu lhe mudo a fralda e lhe canto uma canção inventada no momento, passa a vida a rir-se e nós ficamos absolutamente deslumbrados.

 

O Mateus já dorme melhor e já tem noites, várias, em que dorme seis ou sete horas seguidas.

 

O Mateus odeia estar tapado. Acho que é a coisa que mais odeia no mundo. Se lhe pomos uma manta em cima fica ali em fúria a lutar até conseguir pôr os pés de fora.

 

O Mateus já recuperou o peso todo, quem olha para ele já não diz que nasceu prematuro. Está gordinho, bochechudo, um amor.

 

O Mateus é tratado por texuguinho, pequena panqueca, pinguim bebé, monstrinho, gorducho, fofíssimo, "coisa linda da sua mãe", paixão, amor da vida.

 

Com a chegada do Outono o Mateus começou a usar roupa mais quentinha e fica a coisa mais querida do mundo nos seus babygrow com orelhas que lhe comprei há tanto tempo, a imaginar como ia ficar dentro deles.

 

O Mateus já quer mais atenção durante o dia, já passa mais tempo acordado, já quer conversa.

 

O Mateus adora quando o enfio na nossa cama e fico ali só a olhar para ele, a pensar como raio é que este ser maravilhoso saiu de uma barriga (a minha), e a enchê-lo de beijos por todo o lado.

 

O Mateus continua a adorar o banho. Berra para entrar e para sair, mas enquanto está lá dentro é uma maravilha.

 

O Mateus perde a chucha mil vezes e chora mil vezes para que lha voltemos a dar.

 

O Mateus tem um peluche melhor amigo que anda sempre com ele. 

 

O Mateus parece ter um relógio dentro dele que faz com que, a cada três horas (certinhas, certinhas) manifeste sinais de fome.

 

O Mateus tem umas pestanas enormes e uns olhos sempre muito atentos.

 

O Mateus cheira tão bem que me apetece engoli-lo.

 

O Mateus devora biberons como se o mundo fosse acabar.

 

O Mateus está a crescer muito depressa e eu já tenho saudades das primeiras semanas.

 

O Mateus está muito desenvolvido para a idade (mentira, esta era só para gozar).

 

O Mateus é a paixão da minha vida e se algum dia me dissessem que eu ainda ia gostar assim tanto de alguém eu ria-me muito e dizia "deve ser, deve".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:57


Comentar:

De
(moderado)
Este blog tem comentários moderados.
(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres
Inserir emoticons






Digam-nos coisas

apipocamaisdois@gmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D