Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Espera e mais espera

por A Pipoca Mais Doce, em 21.03.13

Texto escrito a 25 de Janeiro:

 

Estes primeiros três meses são uma chatice. Uma cha-ti-ce. Não que me sinta particularmente mal (apesar dos enjoos e das pancadas de sono), mas isto de uma pessoa ter um bebé enfiado na barriga e não poder contar a ninguém, é uma chatice. Por mais que se não queira (e eu até me consigo abstrair disto com alguma facilidade), é normal que este tema se torne dominante na nossa vida. E como só meia dúzia de pessoas é que sabem, é só com essas que posso ir desabafando as minhas venturas e desventuras.

 

Faltam três semanas para a ecografia dos três meses. Aquela que, supostamente, me dirá se está tudo bem com a criança. Aquela que assinalará o fim do período mais crítico e perigoso. Aquela a partir da qual já poderei anunciar ao mundo que temos bebé a caminho. E, caraças, como este tempo custa a passar. Uma das minhas melhores amigas, a quem ainda não contei, está grávida de mais três semanas do que eu, por isso vou-lhe perguntando coisas, sempre discretamente. Como ela está sempre um passo à minha frente, dá para me ir orientando e saber o que me espera. Por exemplo, acabei de saber que a ecografia dos três meses, que ela fez hoje, já não é pelo pipi, como as outras anteriores (thank's God), mas directamente na barriga. Ufa!

 

Nunca desejei tanto que o dia dos namorados chegasse rápido. Isto de se fazerem ecografias com um mês de diferença é muito. Por mim (e apesar de odiar ir ao ginecologista) fazia uma por semana, só para garantir que está tudo bem. É que eu não sou propriamente a pessoa mais positiva do mundo, por isso estou sempre com medo que alguma coisa esteja para aqui errada. Oh vida...... falta tantoooooo! 

 

-------

 

Texto escrito hoje, 20 de Março:

 

E pronto, os três meses já lá vão, já anunciei ao mundo e agora até parece que o tempo está a passar mais depressa e tudo. Metade do tempo já lá vai, isto agora é sempre a andar. Mas sim, é verdade que os três primeiros meses são chatos comó raio. Duram, e duram, e duram, e duram. E os sintomas também não são agradáveis: enjoos (de repente, andar de carro tornou-se uma tortura), sono (como se me tivessem posto uma qualquer droga na comida), ataques de acne, cabelo miserável. Agora está tudo mais atenuado: os enjoos acalmaram (apesar de todos os dias tomar o meu Nausefezinho), o sono anda assim-assim (a seguir ao almoço é particularmente duro), já não me nascem 40 borbulhas de cada vez (mas continuam a aparecer) e o cabelo parece ligeiramente melhor (mas só mesmo muiiiiiito ligeiramente).

 

Entretanto, estão a aparecer as dores de cabeça, as dores nas costas, as quebras de tensão (não posso estar muito tempo parada de pé que começo logo com afrontamentos), os xixis a cada quinze minutos (e o que me enerva perder tempo na casa-de-banho?), e o sono mais agitado à noite. Também se acabou aquela coisa de dormir de barriga para baixo, como fazia há 32 anos. Já não dá. Já sinto muita pressão na barriga e tenho medo de estar a amolgar o puto. Durmo de lado e já é uma sorte. A parte boa é que ainda não fui atacada pela azia. E também ainda não me deu para os ataques de choro por tudo e por nada. Nem acho que ande particularmente sensível (lá chegaremos).

 

No meio disto tudo irrita-me que as idas ao médico e as ecografias sejam tão espaçadas. Parece que passo a vida à espera da próxima consulta, para saber se o puto está bom. Estou a pensar patentear uma ideia espectacular: uma mini câmara ligada à barriga 24 horas por dia, tipo Baby Brother, para poder estar sempre a deitar o olho à criança. Só para ver se está bonzinho, se está a nadar, se anda aos chutos, etc e tal. E depois até lhe podia enviar missões, tipo "esta é a Voz. Neste caso, esta é a mãe. Agradeço que pares de me pressionar a bexiga. É tudo, por agora". Não era porreiro?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:54


33 comentários

De Sara a 21.03.2013 às 12:04

Pipoca, antes de mais parabéns pela chegada do pipoquinho , que agora é mais um grão de milho. Sou leitora assídua do blog original e, como sou mãe de um Miguel de quase 2 anos e grávida de 27 semanas - 6 meses, na contagem clássica (de uma menina), interessei-me por este baby blog..
Votos de felicidades para toda esta aventura... sempre que for oportuno irei comentar...se alguma experiência minha for conveniente ou mesmo dúvidas que me surjam... pois lá porque já estive grávida e já sou mãe não significa que seja detentora da verdade absoluta, muito pelo contrário!

Algumas experiências: Nausefe (também por mim carinhosamente chamado por nausefezinho ), foi o meu melhor amigo até por volta dos 5 meses em ambas as situações (2 comprimidos à noite pois enjoos matinais só se for nos outros...para mim era mais o dia todo)! As pastilhas elásticas de mentol aliviam imenso azia e más disposições... Meias de descanso (durante o inverno e enquanto a barriga permitir o acesso aos próprios pés) aliviam imenso as pernas e evitam varizes; para evitar as estrias, tenho usado o creme gordo da vasenol..mais barato que o da barral e igualmente hidratante...também uso cremes anti estrias (especialmente de dia para não ficar tão gordurosa); A partir dos 7 meses irei retomar uma rotina da 1ª gravidez, que é hidratar mamilos com o "purelan 100" da marca medela...ajuda a preparar para a amamentação; uma cinta ou faixa na barriga ajuda a suportar o peso da barriga e a diminuir dores nas costas... bjinhos e inté!. Sara M.

Comentar post






Digam-nos coisas

apipocamaisdois@gmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D