Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Então e do que é que mais sentes falta agora que és mãe?

por A Pipoca Mais Doce, em 18.07.14

Há uns tempos uma leitora deixou-me um comentário aqui no blog em que perguntava do que é que eu tinha mais saudades dos tempos em que não tinha um filho. Ora bem, aquilo de que eu tenho mais saudades é das tardes de domingo. Se só pudesse eleger uma coisa, era isso que escolhia. As tardes de domingo eram aquelas em que ficava em casa, de pijama, preferencialmente sem sair da cama, a ver televisão, a comer e a dormir. Eram o meu guilty pleasure. Adorava essa despreocupação semanal. Agora também posso ficar em casa, também posso não tirar o pijama, mas as sestas e o descanso acabaram-se com a maternidade. Na loucura, consigo que o Mateus durma uma hora (duas, nos dias mesmo bons), mas nunca é muito fiável. Uma hora é melhor do que nada, mas não é a tarde tooooooda, que era o que me sabia mesmo bem (então no Inverno era uma maravilha). De resto... bem, também tenho saudades de não ter rotinas, mas a isso uma pessoa habitua-se melhor e até nos torna mais organizados. Antes fazíamos o que queríamos, quando queríamos, agora há um bebé que precisa de horas para comer, para dormir, para tomar banho, etc e tal. E, apesar de até sermos bastante descontraídos (não somos daqueles pais que metem na cabeça que o bebé tem de comer SEMPRE ao meio-dia e doze ou que só pode fazer a sesta em casa, sob pena de ficar completamente desregulado), não dá para fugir muito disso. Apesar de trabalhar por conta própria, também passei a ter um horário de trabalho mais limitado. Agora, o meu dia passa-se entre as nove e as cinco, as horas a que o vamos deixar e buscar. Tenho de fazer tudo nesse espaço de tempo (como praticamente toda a gente), porque ali entre as cinco e as nove é o tempo do Mateus. Brincar com ele, dar-lhe banho, pôr o pijama, jantar, pôr a dormir. Confesso que essa quebra no meu dia acaba por mexer com o ritmo de trabalho. Muitas vezes ainda volto para o computador à noite, quando ele já dorme. Depois, claro, há as contingências normais. Já não se sai com a mesma despreocupação, é preciso saber se os avós podem ficar com ele, outras vezes não se quer pedir aos avós para não sermos abusadores, e então fazem-se escolhas. Não nos podemos queixar. temos uma rede de apoio bastante boa e que nos permite fazer muitas coisas, mas também abrimos mão de outras alegremente. Equilíbrio e bom-senso, é o que se quer. 

A vida muda, mas muda para melhor. Claro que cada caso é um caso, e nem sempre a chegada de uma criança é um processo pacífico, depende de muita coisa. Para nós tem sido, e é por isso que acho que não sinto assim muito falta de nada da vida de antigamente. É tão melhor agora. Mas se pudesse recuperar as tardes de domingo... E vocês? Se pudessem recuperar só uma coisa era o quê?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:13


40 comentários

De Sara a 20.07.2014 às 17:40

Saudades de ir a praia e ficar a \'\' lagartar\'\' ao sol... Nunca estive tão branca na vida como agora! :D E de começar a acabar as coisas de uma vez. Não gosto de intervalos, mas habituo me a eles com todo o amor. :)

De A Mocha a 21.07.2014 às 21:05

Se pudesse recuperar mesmo SÓ UMA COISA seria as horas infindáveis de sono que podia ter ao fim de semana e que se acabaram de vez :) Com 4 anos o meu filhote acorda às 7h TODOS os dias (mas tenho sorte pq já foi pior, já foi às 6h30) seja dia de semana seja fim de semana, deite-se às 20h30 ou às 24h.

De Pipita a 21.07.2014 às 22:42

Tenho um filhote com 7 meses e o que sinto mais falta é de chegar a casa e ficar um pouco a dormitar no sofá antes de partir para as tarefas seguintes que uma casa requer! E também de ir à praia e dormir uma bela sesta, que eu adorava dormir na praia! Agora todas as atenções são para ele e para ter algum tempo de qualidade. Felizmente dorme bem de noite e dá para descansar! De resto tudo normal! Já retomei as viagens de trabalho...os primeiros 2 dias passam-se, mas depois a saudade começa a apertar a sério!

De Sandra a 22.07.2014 às 10:55

A minha bebé tem 5 meses e desde os 2 meses que dorme a noite toda, embora agora nos tenha dados umas noites chatinhas por causa dos dentes já tem 2!!)...sinto falta de dormir ao sol, de ESTAR ao sol...ninguém acredita que já estive de "férias" estou branca mas branca! dormir ao sol (carregadinha de protector solar claro) é das melhores coisas do verão, é melhor que 8 horas de sono na cama ;)
mas é maravilhoso os sorrisos, as babadelas, o encostar da cabeça no peito, o cheirinho dela...:)

De Anónimo a 28.07.2014 às 18:06

Sinto falta de fazer coisas sem ter de planear tudo. Sinto falta de poder chegar ao final da tarde e decidir ir jantar fora com o meu marido ou beber um copo ao por-do-sol sem ter que arranjar onde deixar os miúdos, levar a cama, a comida, etc.

De Anónimo a 31.07.2014 às 12:39

Será que eu sou a única que tenho saudades de pinocar quando me apetece, onde me apetece, às horas que for? Principalmente aos fins de semana de manhã... já não sei o que é isso à tanto tempo!! (Mãe de duas crianças, uma de 5 anos e outra de 10 meses, sendo que a mais velha já dormiu fora de casa, mas a mais nova não...)
A seguir a isto, tenho saudades de passar os domingos assim, tal e qual, na ronha total, de pijama, na cama, a ver filmes...

De Anónimo a 01.08.2014 às 12:30

Há um episódio dos Simpsons que eu adoro e me identifico imenso! O casal Simpson anseia por umas férias a dois para fugir da rotina, então andam sempre a fugir para aqui e para ali mas os filhos espertos que são conseguem sempre descobrir em que hotéis eles tão. Depois há uma cena em que estão numa piscina e está um casal ao lado deles que diz serem recém casados e que estão ansiosos por ter filhos, ao qual o casal Simpson explode numa enorme gargalhada (do género, "não sonhas onde te vais meter!"
E é isto, acho que são a melhor coisa do mundo, mas por vezes também precisamos de tempo e espaço para nós! Do que tenho saudades? De sair de casa em 2 segundos, de ir jantar fora tranquila sem birras, de dormir até tarde no domingo (e quiçá passar o dia assim na ronha), de poder estar na praia estendida na toalha a trabalhar para o bronze, de ir às compras sem ter alguém constantemente a dizer "eu quero isto! Compra-me aquilo!", de ir ao cinema, de ir de férias tranquila...que horror, sou mesmo má mãe para ter estes pensamentos lol
E que me desculpe quem é mamã de 1ª viagem de bebés pequenos, mas vocês ainda não virem bem o filme todo lol

De por Mara Moura Sampaio a 02.08.2014 às 11:04

Tal como a maioria, é mesmo de dormir. Ao domingo à tarde, à noite, de manhã... Eu dormia muito e gostava! Isso acabou! Fui mãe há 3 meses e várias outras coisas acabaram. Porém, começou a melhor de todas.
E, convenhamos, amar estes bichinhos pequeninos é melhor do que dormir.

De Anónimo a 07.08.2014 às 09:28

de deitar-me sem pensar em mais nada!!

De gi a 02.09.2014 às 09:34

de inicio foi as tardes de domingo ... ate aos 3 anos a minha filha ainda dormia das 15 as 18h mas mesmo assim exige atenção. Agora com 4 anos já não dorme, mas também gosta de estar a ver o filme dela, e eu a ver o meu filme. Mas fora isso fazemos tudo como antes, continuamos a vajar imenso, vai SEMPRE comnosco, adora viajar, adora andar de avião.

Comentar post


Pág. 3/3






Digam-nos coisas

apipocamaisdois@gmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D