Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mateus cheio de Brio

por A Pipoca Mais Doce, em 30.01.14

Tenho uma amiga que vive completamente embrenhada no mundo da alimentação biológica e que, como é óbvio, passa a vida a passar a palavra e a tentar evangelizar todos à sua volta. Eu, confesso, nunca liguei muito ao tema. Pelo menos, nunca me interessei o suficiente para querer saber mais. Até o Mateus nascer. Ou melhor, até o Mateus começar a comer sopa e fruta. Nessa altura, e empenhada que estou em que o miúdo coma bem e da forma mais natural possível, lá me decidi a ouvir a minha amiga. E foi assim que cheguei ao Brio, no Chiado. Já tinha passado à porta umas 300 vezes, até já lá tinha entrado uma vez ou outra para tomar um café, mas nunca me tinha dedicado a explorar devidamente este supermercado de alimentos naturais de agricultura biológica. Fui atirando vários legumes para os saquinhos de papel reciclado: cenouras, alface, bróculos, abóboras, courgetes e todas essa coisas que o Mateus, estranhamente, gosta. Depois passei à fruta: maçã, pêras, bananas, papaia, melão. Ainda trouxe umas fraldas biológicas para experimentar, uns produtos de higiene e coisas comestíveis para os crescidos (pão, massa, tofu -oh-meu-Deus-eu-a-comer-tofu). Não fazia a mínima ideia que este mudo era tão vasto e tão variado. Os produtos, sobreuto os legumes e as frutas, são um bocadinho mais caros dos que se encontram nas grandes superfícies, mas, segundo a minha amiga entendida no assunto, têm muitas vantagens. Por exemplo:

 

- Não têm produtos químicos que são muito prejudiciais para a saúde;

- Sabem melhor (têm um sabor mais intenso MESMO);

- Relativamente à carne e aos ovos, os animais não sofrem para que nós os possamos comer (ou seja, são criados ao ar livre, têm uma boa alimentação, não tomam produtos para acelerar o crescimento – produtos esses e sofrimento esse que vamos ingerir também, se a carne não for biológica)

- Protegem o ambiente;

- Comemos produtos da época, que é o mais indicado (a natureza é perfeita, se não dá morangos fora da época, é porque os morangos são para serem consumidos nos dias mais quentes , devido aos seus nutrientes)

 

 

Fiquei bastante convencida com estes argumentos, simples mas eficazes. A minha mãe também ficou curiosa e quer que eu a leve ao Brio, pelo que cheira-me que vamos ter uma família inteiramente biológica dentro em breve. =)

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:51


1 comentário

De filipa santos a 30.01.2014 às 23:07

As coisinhas da horta são muito muito melhores, a fruta pode não ter aquele aspecto brilhante que "chama" as pessoas e as hortaliças podem ter uns furinhos nas folhas (a lagarta também tem de comer não é?!) mas o sabor não tem comparação. E a carne dos animais criados no campo? Ontem dizia um amigo meu, ao jantar na minha quinta: "não sei de onde veio esta carne, mas isto não tem nada a ver com o que nós compramos por aí" =)

Beijinhos à Pipoca e ao Mati*

Comentar:

De
(moderado)
Este blog tem comentários moderados.
(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.
Comentário
Máximo de 4300 caracteres
Inserir emoticons






Digam-nos coisas

apipocamaisdois@gmail.com

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D